Igreja de Santo António

Esta igreja foi fundada em 1630 pela Irmandade de Santo António. A igreja tinha, para sua manutenção, várias propriedades agrícolas que todos os anos davam grandes rendimentos, que eram aproveitados para a sua ornamentação artística.

Na fachada, dentro do frontão da entrada, existe uma escultura popular em barro de Estremoz representando o santo patrono. No seu interior, o visitante pode admirar o magnífico retábulo em mármore, da autoria de José Francisco de Abreu, de cerca de 1750. Lateralmente, encontram-se dois outros retábulos em mármore, de finais do século XVIII, da autoria de Angélico Velez. Um é dedicado a São Francisco Xavier e o outro à Sagrada Família.

Em 1751, refere-se que o interior estava completamente revestido por pintura mural. Em 1789, Vasco Martins de Góis, um rico vinicultor que morava no palácio contíguo à igreja, mandou-se sepultar no seu interior e é provável que tenha mandado fazer obras decorativas. O órgão terá sido feito nos inícios do século XIX.

Informações Adicionais